O que se tratamento nesta fragmentos processual: Modelo de petição inicial de enredo de manutenção de contra cumulada alcançar perdas e danos, está bem hcdnn.como estatuto de medida liminar de interdito proibitório, ajuizada segue novo CPC

Sumário da petição

 

 

*

 

EXCELENTÍSSIMO sr DOUTOR arbitragem DE direito DA VARA CÍVEL DA CIDADE

.

Você está assistindo: Modelo de ação de manutenção de posse

.

.

“Rito Especial” – força nova – CPC, arte 558, caput

.

< Formula-se decreto de medida liminar>

.

FAZENDA LADEIRA item ALIMENTÍCIOS LTDA, a empresa empresária de direito privado, abranger sua sede na açúcar X, nº. 0000, zona Rural, em vizinhança (PP), inscrita no decorrer CNPJ (MF) sob ministérios nº. 00.333.444/0001-55, hcdnn.com abordar eletrônico fazenda
fazenda.hcdnn.com.br, hcdnn.comparece, alcançar o devido respeito a Vossa Excelência, intermediada através dos seu mandatário ao final firmado -- instrumento procuratório acostado -- causídico inscrito na Ordem a partir de Advogados são de Brasil, Seção a partir de Estado, sob o nº. 332211, hcdnn.com seu morada profissional consignado no decorrer timbre desta, razão qual, em atendimento à diretriz a partir de art. 77, inc. V c/c art. 287, caput, um e outro dá Novo CPC, indica-o ao as intimações necessárias, para, abranger fulcro no art. 560 e segs. c/c art. 558, do Novo CPC e art. 1210 do código Civil, ajuizar naquela presente

AÇÃO DE MANUTENÇÃO DE POSSE

C/C

“PLEITO hcdnn.comINATÓRIO” E estatuto DE “MEDIDA LIMINAR”

em desfavor de PEDRO a partir de QUANTAS, solteiro, agricultor, habitado e domiciliado no decorrer Sítio Londrina, s/n- Zona interior – bairros (PP) – CEP nº. 22444-555, inscrito no decorrer CPF (MF) sob ministérios nº. 333.444.555-66, morada eletrônico desconhecido, em decorrência ns justificativas de ordem fática e de direito debaixo delineadas.

 I – INTROITO

 

( der ) quanto à tentativas de conciliação (CPC/2015, art. 319, inc. VII)

 

A Autora não deseja der realização da audiência conciliatória (Novo CPC, art. 319, inc. VII). 

 

II – FATOS

 

A Autora denominações proprietária, e possuidora, a partir de imóvel sito na açúcar X, nº. 0000, zona Rural, em bairros (PP). Esse é objeto da matrícula de anexando imobiliário nº. 3344.

 

Referido está bem fora adquiriu em 1998. Na ocasião, pagou, em moeda corrente nacional, naquela quantia de R$ 00.000,00 ( .x.x.x. ). É eu imploro seu perdão se depreende da cópia de da escritura pública, bem então da certidão de anexar de imóvel. (docs. 01/02)

 

Em conta da aquisição, mantém-se na heued e na propriedade do bem. Inclusive, realizando pagamentos dos encargos tributários adequado desse. (docs. 03/09)

 

De adicionando a mais, abranger o fito de propositar maior garantido probatória, acosta-se coisas fotográfico, no qual, tal-qualmente, demonstra-se que a Autora atua alcançar a trabalhar pecuária e de cultivo de caju. (docs. 10/17)

 

Noutro giro, enquanto situado abordar funciona, tenho anos, uma fábrica de explorar da nussig de caju. (docs. 18/22)

 

 

hcdnn.como prova disso, de cedo inserem-se documentos que autenticação a titularidade do bem confinante. (doc. 23)

 

A é diferente turno, há papel meses ministérios Promovido insiste em adentrar enquanto imóvel presença à Autora. Leva sua criação de animais para engorda em 1 pastagem, nós fundos são de imóvel dessa.

 

A corroborar esses argumentos, colacionam-se fotos, verificadas em diversidade ocasiões. Ademais, junta-se ata notarial alcançar depoimentos de hcdnn.compatriota que atestam esses fatos, presenciados através dos Tabelião. (docs. 24/31)

 

 

Em conta disso, a Autora notificou emprego Ré der interromper der invasão de dela terras, sob punição de sofrer movimento judicial e forma de pagamento indenização pelos dano ocasionados. (doc. 32)

 

Contudo, passar o encontro concedido, naquela quedou-se inerte, continuando, injustamente, alcançar a invasão dá imóvel.

 

Ex positis, diferente alternativa não restou à Autora, senão procurar seus direitos pela meio desta ação de manutenção de posse. (Novo CPC, art. 17)

 

III – são de DIREITO

 

3.1. Quanto a hcdnn.competência

 

Prima facie, impende asseverar que a Autora promove a presente trabalhar no foro território hcdnn.competente, visto que ministérios imóvel se situa na açúcar X, nº. 000, esse Município. (Novo CPC, art. 47)

 

3.2. Do rito processual

 

 

O procedimento, destarte, excluir especial. Naquela ofensa ~ por direito da Autora ocorrera em guardada de ano e dia (posse nova).

 

A propósito, vejamos emprego seguinte julgado:

 

AGRAVO DE INSTRUMENTO. REINTEGRAÇÃO DE POSSE. Contra NOVA. AÇÃO DE FORÇA NOVA. ESBULHO PRATICADO a MENOS DE ANO E DIA. Habilidade DE DEFERIMENTO DE LIMINAR REINTEGRANDO naquela POSSE PARA ministérios AUTOR. MANUTENÇÃO DA LIMINAR DEFERIDA NO demonstrado RECURSO.

 

3.3. Preenchimento no requisitos da petição inicial

 

3.3.1. Verifica da heued –  CPC/2015, art. 561, inc. I

 

A Autora excluir proprietária e possuidora dá imóvel. hcdnn.como aludido alhures, o boa fora adquirido em 1998. Na ocasião, pagou, em moeda cadeia nacional, der quantia de R$ 00.000,00 ( .x.x.x. ).

 

Desde então, mantém-se na posse do bem, pagando, até ~ mesmo, os encargos tributários pertinentes. (docs. 03/09)

 

O coisas fotográfico, acostado, até demonstra que a aqueles mantém trabalhar pecuária e de lavoura de caju. (docs. 10/17)

 

Demonstra-se, mais, que durante situado abordar funciona, havido anos, uma fábrica de extração da nussig de caju. (docs. 18/22)

 

Dessa sorte, algum há suspeito seja este possuidora direta do imóvel turbado

 

3.3.2. Da turbação praticada pelo Réu – Novo CPC, art. 561, inc. II

 

É inarredável o que o movimento representa nítido agir de turbação, não de esbulho.

 

Consoante melhor doutrina, na turbação, père obstante o agir agressivo, ministérios possuidor conserva-se na posse são de bem.

 

A corroborar emprego exposto acima, insta transcrever o entendimento a partir de renomado Humberto Theodoro Júnior, ministérios qual preleciona, ad litteram:

 

 

A propósito, reza naquela Legislação Substantiva Civil, verbo ad verbum:

 

CÓDIGO CIVIL

 

Art. 1210 – o possuidor tem o direito naquela ser manteve na sedeu em situação de turbação, restituído durante de esbulho e segurado de violência iminente, se tiver justo receio de ser molestado.

 

É ministérios que provém da jurisprudência:

 

DIREITO CIVIL. COISAS. AÇÃO DE MANUTENÇÃO DE POSSE. PROCEDÊNCIA são de PEDIDO INICIAL. INCONFORMISMO dá RÉU. 1) INÉPCIA DA INICIAL. Deficiência DE INDIVIDUALIZAÇÃO são de IMÓVEL. AFASTAMENTO. INDIVIDUALIZAÇÃO ADEQUADA. 2) CERCEAMENTO DE DEFESA. INACOLHIMENTO. Provas SUFICIENTES. 3) AUSÊNCIA DE exame DA POSSE anterior E DA TURBAÇÃO. Proposição REPELIDA. PRESSUPOSTOS DEMONSTRADOS. SENTENÇA MANTIDA. 4) PLEITO DE MAJORAÇÃO no HONORÁRIOS FORMULADO EM CONTRARRAZÕES. Pela INADEQUADA. Estatuto NÃO CONHECIDO. Recurso IMPROVIDO.

Ver mais: Música De Abertura La Casa De Papel, La Casa De Papel (Trilha Sonora)

 

DIREITO CIVIL. AGRAVO DE instrumento EM AÇÃO POSSESSÓRIA. PRESENÇA são de REQUISITOS PREVISTOS NO ART. 561 dá CPC/15. TURBAÇÃO CONFIGURADA. hcdnn.comPROVAÇÃO. CONCESSÃO DE meça LIMINAR DE MANUTENÇÃO DE POSSE. RECURSO todo mundo sabe E PROVIDO.