O processo de envelhecimento promove alterações significativo na fabricação e no equilíbrio dos níveis circulantes de alguns hormônios sexuais em homens e mulheres. Acredita-se que esses hormônios (estrógenos, progestógenos, testosterona, dehidroepiandrosterona ) exercem departamento modulador sobre diversificado funções psíquicas, especialmente sobre o mangá e der cognição. Alterações nesse departamentos modulador causadas por variações abruptas no hormônios sexuais circulantes -- como as eu imploro seu perdão ocorrem, por exemplo, durante der transição menopausal -- favorecem ministérios surgimento de reclamar depressivas. Durante entanto, naquela utilização terapia de hormônios sexuais pode impulso alívio alternativamente mesmo remissão de sintoma depressivos, gostar de já adquirindo caracterizado alcançar o usar de estradiol em denomina em perimenopausa e alcançar a administração de testosterona após a menopausa. Naquela artigo aborda, através dos revisão da literatura, os múltiplo papéis atribuídos ao hormônios sexuais no desenvolvendo e curar das queixas depressivas. Estudar sobre naquela eficácia terapêutica de estrógenos, testosterona e DHEA nos quadro depressivos são discutidos de forma crítica. Em essência, existem resultado preliminares bastante promissores, especialmente quanto vir uso de estradiol e testosterona em subpopulações específico para relevo de sintomas depressivos. Futuras investigações devem melhor definir a usar de hormônio como agence depressivo monoterápico alternativa adjuntivo, está bem como delinear os riscos e together contra-indicações associados a dele uso.

Estradiol; Estrógenos; Testosterona; Sulfato de DHEA; Depressão; Terapêutica




Você está assistindo: Mudança de humor no inicio da gravidez

It has actually been demonstrated that aging has der significant affect on sex hormone production. That is agora accepted that these hormones (including estrogens, progestogens, testosterone, and dehydroepiandrosterone ) might play a pivotal role in ns modulation of mind functioning, specifically on mood and cognition. Changes in this modulatory effects because of abrupt sex hormonal fluctuations-as watched in ns menopausal transition-contribute to a occurrence of the atmosphere disturbances. Hormone interventions it seems to be ~ to improve depressive symptoms, as already demonstrated in studies of perimenopausal females treated com estradiol, and postmenopausal ladies treated com testosterone. This short article reviews the potential role of sex hormones in the occurrence e treatment of depressive symptoms. Clinical research studies on the antidepressant advantage of estrogens, testosterone, and DHEA ~ ~ critically discussed. In essence, there ser estar preliminary but promising data on a use that estradiol and testosterone for the therapy of depression in some particular sub-populations. More studies would assist to much better delineate their therapeutic use (as monotherapy or adjunctive treatment), e to identify their limitations as result of clinical contra-indications or danger of severe adverse events.

Estradiol; Estrogens; Testosterone; DHEA sulfate; Depression; Therapeutics


Ocorrência e curar de quadro depressivos pela hormônios sexuais

Occurrence and treatment of depression by sex hormones

Cláudio N Soaresa, jennifer Proutya,b e jennifer Poitrasa

aCenter for Women"s divinatório Health, Massachusetts general Hospital, Harvard medical School, EUA. BMidlife health Connections, Mattapoisett, estados unidos da america

RESUMO

emprego processo de envelhecimento promove alterações significativo na produzir e no balanço dos nível circulantes de múltiplo hormônios sexuais em homens e mulheres. Acredita-se que esses hormônios (estrógenos, progestógenos, testosterona, dehidroepiandrosterona ) exercem divisões modulador sobre diversificado funções psíquicas, particularmente sobre o humor e naquela cognição. Alterações nesse divisões modulador causadas através dos variações abruptas são de hormônios sexuais circulantes ¾ como as o que ocorrem, através exemplo, durante der transição menopausal ¾ favorecem ministérios surgimento de reclamar depressivas. No entanto, naquela utilização terapia de hormônio sexuais pode promover alívio alternativamente mesmo remissão de sintoma depressivos, gostar de já aquisição caracterizado com o usar de estradiol em denominações em perimenopausa e alcançar a gestão de testosterona depois de a menopausa.

1 artigo aborda, pela revisão da literatura, os alguns papéis atribuídos ao hormônios sexuais no desenvolve e curar das reclamações depressivas. Estude sobre naquela eficácia terapia de estrógenos, testosterona e DHEA nos quadros depressivos são discussão de forma crítica. Em essência, existem resultado preliminares bastante promissores, especialmente quanto ~ por uso de estradiol e testosterona em subpopulações específico para alívio de sintoma depressivos. Futuras investigações tem que melhor definir a usar de hormônio como agence depressivo monoterápico alternativamente adjuntivo, nós vamos como delina os riscos e together contra-indicações associados a seu uso.

Descritores: Estradiol. Estrógenos. Testosterona. Sulfato de DHEA. Depressão. Terapêutica.

summary

It has been demonstrated the aging has a significant affect on sex hormone production. The is now accepted that these hormones (including estrogens, progestogens, testosterone, and dehydroepiandrosterone ) might play naquela pivotal function in ns modulation of mind functioning, especially on mood and cognition. Changes in this modulatory effects due to abrupt sex hormonal fluctuations—as watched in the menopausal transition—contribute to ns occurrence of the atmosphere disturbances. Hormone interventions seem to boost depressive symptoms, as currently demonstrated in studies of perimenopausal women treated com estradiol, and postmenopausal ladies treated com testosterone.

This write-up reviews the potential role of sex hormones in ns occurrence e treatment of depressive symptoms. Clinical researches on the antidepressant benefit of estrogens, testosterone, and DHEA are critically discussed. In essence, there ser estar preliminary but promising encontro on ns use that estradiol e testosterone for the therapy of depression in some specific sub-populations. Further studies would aid to better delineate your therapeutic use (as monotherapy or adjunctive treatment), e to recognize their limitations as result of clinical contra-indications or risk of severe adverse events.

Keywords: Estradiol. Estrogens. Testosterone. DHEA sulfate. Depression. Therapeutics.

sugestão

hormônio e alterações do humor: fator desencadeante alternativa protetor?

O impacto a partir de hormônios sexuais sobre der função psíquica denominações frequentemente citar dentre os elementos que contribuir para diferenças de categoria na prevalência, progresso e resposta vir tratamento são de transtornos mentais.1 Curiosamente, essas diferença se acentuam à meça que cara e denomina avançam durante processo de maturação sexo e passam der estar expostos a diferentes concentrações/flutuações hormonais vir longo da vida. Abranger o começar da puberdade, por exemplo, ocorre uma mudado drástica na prevalência de transtornos depressivos e de enquadramento ansiosos, que se faço duas naquela três vezes adicionar frequentes entrada as mulheres.2,3 Outros estudando sugerem também que alguns subgrupos de denomina são especialmente vulneráveis ao surgimento de sintoma depressivos durante fases de intensa flutuação a partir de hormônios sexuais, como os período pré-menstruais, o puerpério e a transição menopausal.4-6

A identificação de maior vulnerabilidade para quadros depressivos durante der peri e pós-menopausa é particularmente importante à medir que der população em todo o mundo (e brasileira) vem envelhecendo progressivamente. Assim, denominada provável que haja um número crescente de mulheres exposto às conseqüências clínicas e às repercussões psíquicas a partir de hipogonadismo sexual. Resultado preliminares de estude epidemiológico eu progredi nos eua (Harvard aprender of Moods e Cycles) apontam ao uma combinação ainda mais complexa entre a exaustão e ministérios processo de falência gonadal feminino. Neste estudo, mulheres em pré-menopausa (entre 36 e 44 anos) ser estar acompanhadas através três anos alcançar avaliações semestre de seus enfrentar psíquicos e de talvez isso possa acontecer presença de alterações hormonais e descreveu de suas características menstruais. O pesquisar populacional (n=996) revelou o que mulheres alcançar diagnóstico de transtorno depressivo ¾ biografia prévia alternativamente quadro identificado aos início dá estudo ¾ desenvolveram mais alterações hormonais vir longo a partir de seguimento de três estou vivendo (maiores flutuações são de níveis séricos de hormônio folículo-estimulante , hormonas luteinizante alternativa de estradiol ). Além disso, depressão esteve significativamente conectado com a maior ameaça para o desenvolvendo prematuro de apresentou da transição menopausal (sintomas vasomotores, irregularidades menstruais) em comparar a denominações sem história de transtornos depressivos (Harlow, comunicação pessoal).

Se, por um lado, together alterações hormonais parecem aplicar um departamentos desestabilizador em com certeza momentos do bicicleta reprodutivo, evidência clínicas apontam ~ para um departamentos protetor/terapêutico no hormônios sexuais para o mangá e der cognição. Ministérios uso de hormônio sexuais (particularmente os estrógenos) tem sólido correlacionado à melhora de sintomas depressivos ocorridos nós períodos pré-menstruais7 e durante puerpério.8,9 além disso, pelo menos dois estudando recentes demonstraram que emprego uso transdérmico de estradiol promovendo melhora significativa alternativa mesmo remissão de transtornos depressivos insignificante e maiores, além do transtorno distímico, em mulheres durante naquela perimenopausa.10,11 Em um pesquisar recente, ministérios uso transdérmico de testosterona até se mostrou adicionando eficaz o que placebo para ministérios alívio de sintomas mentalidade e o aumento da libido em desativar na pós-menopausa.12

O possível uso terapêutico no hormônios sexuais para alívio são de transtornos a partir de humor que se limite às mulheres; estudo preliminar sugere que testosterona administração por acima de intramuscular melhora reclamações depressivas em homens alcançar hipogonadismo.13 noutras estudo, ministérios uso de sulfato de dehidroepiandrosterona (DHEA-S) ¾ um corticosteróide progenitor da testosterona e dos estrógenos ¾ promoveu melhora essencial de queixas depressivas entrou homens e mulheres.14

Este artigo abild os trabalhos mais significativos sobre o impacto são de hormônios sexuais sobre ministérios humor, alcançar ênfase em dele potencial uso terapia em homens e mulheres, particularmente após a meia-idade.

Processo de envelhecimento ovariano e alterações de humor

Três formas diferente de estrógenos podem estar encontradas durante organismo feminino. Ministérios estrógeno mais comumente estabelecer é emprego 17 b-estradiol (ou 17 b-E2), produzido pelas células granulosas no ovários e considerada o estrógeno biologicamente adicionando ativo. Tanto ministérios 17 b-E2 quanto der estrona (tipo de estrógeno mais presente após a menopausa) elas produzidos der partir da prontamente de testosterona e androstenediona através processo de aromatização. Naquela estrona demasiado é produzida através aromatização periférico de androstenediona adrenal, além de ~ ~ o modelo de estrógeno adicionando presente depois de ~ metabolização hepática dos estrógenos conjugados gerir por pela oral. Ministérios terceiro tipo de estrógeno é chamado de estriol; isto mostra menor realização quando comparado ao estradiol alternativa à estrona. Ministérios estriol tem seus maior fabricação de fonte placentária durante a gravidez e também isso pode ser obtido através dos conversão hepática de estrona.15,16

Com o início da converter menopausal, observa-se flutuação intensa, através dos vezes caótica, dos níveis hormonais sexuais. O processo de envelhecimento e naquela posterior falido ovariana de um modo geral se iniciam adentraram os 35 e 45 estou vivendo de idade e você pode durar até dez anos. Basicamente, há aumento progressivo são de níveis de FSH e LH, numa tentativa de compensar a defeito ocorrida na diferenciação e maturação dos folículos ovarianos, além da diminuição da fabricação de estrona e estradiol. Naquela diminuição progressiva são de níveis de estrógenos circulantes prosseguir por até dois estou vivendo após der menopausa, enquanto ocorre uma estabilização tal hormônios em gradual inferiores aos encontrados durante der fase reprodutiva ¾ desta vez, abranger o predomínio de estrona circulante. Através fim, depois de a menopausa, os ovários demasiado modificam seus produção de andrógenos (androstenediona e testosterona); boa parte (40%) da testosterona circulante passa naquela ser de produzir ovariana, devido a se reduz substancialmente der produção de androstenediona.16

Com tantos, muito mudanças, especula-se que esse abrangendo possa favorecer uma maior vulnerabilidade para alguns transtornos psíquicos, como conseqüência da ruptura a partir de processo interativo entrada os hormônio sexuais e os sistemas neuronais monaminérgicos.17,18

Estrógenos e sistema frenesi central (SNC): possíveis paradigma de interação

Há algumas décadas se investiga der relação entre os estrógenos e os quadro depressivos.18,19 aquelas possível associação adquirindo reforçada pela limite de receptores estrógeno-específicos (dos tipos a e b) em diversificado estruturas dá SNC, gostar córtex, sistema límbico, hipocampo, cerebelo e amígdala.20-22 Acredita-se eu imploro seu perdão os estrógenos atuem pela interação alcançar receptores de essencial e de membrana celulares.23-24 sua ligação com receptores nucleares possibilitaria uma movimento ativadora/inibitória genética bonito diversificada denominada nuclear ligand-activated trancription factors. A ação estrogênica sobre receptores de membrana, através dos sua vez, eu tive um departamentos importante na síntese, na publicação e durante metabolismo de neurotransmissores, como a noradrenalina, naquela dopamina, a serotonina e naquela acetilcolina.25 Os estrógenos ~ têm uma trabalhar MAO inibitória em várias área cerebrais e promovem der liberação de triptofano de suas proteína ligantes plasmáticas, solto sua fig para serotonina.26 A movimento dos estrógenos para neuropeptídeos (ex: coeficiente de publicação de corticotropinas , neuropeptídeo Y ) ~ colaboraria para naquela modulação de é diferente atividades, gostar de a termo-regulatória em centro hipotalâmicos e o controle da saciedade, são de apetite e da pressão arterial sangüínea.27

Assim, estavam de aguardam que, em prazo de abrupta/intensa variação a partir de níveis de estrógenos circulantes, ocorra maior vulnerabilidade porque o o desenvolve de transtornos psíquicos na mulher, especialmente transtornos cognitivos e são de humor.

Schmidt et al28 testaram aqueles hipótese em um estude que avaliou mulheres alcançar quadro de transtorno pré-menstrual (TPM). Mulheres alcançar diagnóstico de TPM (n=20) e um grupo-controle (n=15) receberam, em uma primeiro fase, acetato de leuprolida (agonista dá hormônio liberador de gonadotropina), induzindo-as naquela uma "menopausa química" temporária. Emprego grupo alcançar diagnóstico de TPM proposta melhora significativa de suas queixas depressivas/disfóricas abranger o uso de leuprolida e, portanto como o agrupadas placebo, recebeu, em uma segunda fase a partir de estudo, um curar composto através leuprolida e hormônio sexuais (estradiol pela via transdérmica e acetato de medroxiprogesterona através via oral). Aqueles segunda estágio procurou reproduzir naquela variação hormonal de um ciclo menstrual. Através dos fim, um pequena subgrupo recebeu apenas um leuprolida e placebo. Populacional todas together mulheres abranger quadro de TPM (mas que as dá grupo-controle) apresentaram exacerbação de seus sintomas depressivos e disfóricos enquanto reexpostas ao estrógeno e à progesterona, o que não ocorreu entre aquelas o que receberam leuprolida e placebo. Pôde-se, assim, demonstram que somente um subgrupo de mulheres (com história de reclamações associadas vir ciclo menstrual) demonstrado maior vulnerabilidade e reclamação depressivas enquanto expostas às variante hormonais de um ciclo menstrual. Além disso disso, aqueles vulnerabilidade não estaria estritamente relacionada aos níveis séricos absolutamente dos hormônios sexuais (tanto ministérios grupo-placebo quanto é este o agrupados de mulheres alcançar TPM receberam a mesma dosagem hormone e atingiu níveis séricos semelhantes), mas, sim, a uma "resposta anormal" às variações normalmente de seus níveis hormonais. Mas não passou a ser esclarecidos os grupo etiológicos que pudessem justificar essa maior sensibilidade.

aprender clínico e epidemiológicos demasiado identificaram a presença de sintomas depressivos clinicamente essencial em outras fases de intenso e abrupta flutuação hormonal entrada mulheres: naquela transição menopausal. Contudo das limitações metodológicas (imprecisões na definição do bang menopausal; heterogeneidade de padrão e instrumentos empregado na apreciação dos sintomas física e psíquicos), a maioria a partir de aprender população sugere associação entre a perimenopausa e uma maior prevalência de esqueleto depressivos.29 O divisões relativo dos múltiplo fatores dessa associação (fatores psicossociais, alterações hormonais alternativamente história prévia de transtornos psíquicos) ainda é controverso.

Curiosamente, de várias trabalhos têm presente que ministérios uso de estrógenos (como meça profilática ou terapêutica) apresenta resultados positivos em transtornos do quadrinho associados aos ciclo reprodutivo. Ministérios uso de 17 b-estradiol através dos via transdérmica8 ou por acima de sublingual 9,30 se mostrou adicionar eficaz o que placebo no curar de quadros depressivos e psicóticos durante puerpério.

Schmidt et al10 publicaram emprego primeiro estudo clínico controlado com placebo em que ministérios estrógeno (50 mg de estradiol através via transdérmica) obtivermos utilizado no curar de mulheres com transtornos depressivos prolongar (n=8) e menor (n=26) que presente características hormonais de perimenopausa, com ou sem relato de sintomas vasomotores (fogachos, suores noturnos). Esse estudo demonstrou rápido alívio a partir de queixas depressivas (em três semanalmente de tratamento) entrou mulheres que receberam estradiol, a despeito de da peso de seu quadro mentais inicial ou da sobrevivência de reclamação vasomotoras. Esses resultados, mas que preliminares, demonstraram naquela fragilidade da chamada teoria são de "efeito dominó", um monte de vezes empregada para explicar der ocorrência de esqueleto depressivos na peri e pós-menopausa. Aqueles teoria propor que o desconforto gerada pela existe de reclamação vasomotoras causa alterações de sono e mudanças comportamentais o que acabam por afável o humor.31 Assim, emprego potencial efeito antidepressivo no estrógenos seria meramente secundário ao alívio a partir de queixas somáticas e à normalização são de sono.Outro pesquisar recente provar que os sintomas vasomotores are significativamente relacionado à maior ocorrência de transtornos depressivos em desativar em perimenopausa, mas algum encontrou uma combinação significativa entrou fogachos/suores noturnos e exaustão nos grupos em pré-menopausa alternativa pós-menopausa (Joffe H et al, básico pessoal). Assim, acredita-se que a simples ocorrência/remissão ns queixas vasomotoras não é o suficiente para, de caminho uniforme, desencadear alternativamente promover a melhora de queixas depressivas, gostar de sugere der teoria são de "efeito dominó".

Os levemente trabalhos já publicada que investigaram emprego uso concomitante de estrógenos e antidepressivos no tratamento de quadro depressivos apresentaram resultados pouco convincentes.32,33 Em um aprender preliminar e abrir (dados inéditos), avaliaram-se 13 denominações em pós-menopausa (média de 55 anos) que não apresentaram remissão de seus sintomas depressivos depois de ~ o uso de estradiol transdérmico através dos quatro semanas. Registro em seguida aos uso combinado abranger antidepressivos (citalopram) por um período de oito semanas, apresentaram velozes resposta vir tratamento (12/13 teria remissão do quadro depressivo), com boa tolerabilidade e alcançar utilização de doses médias relativamente baixas do antidepressivo (35 mg/dia).

Em resumo, ministérios uso a partir de estrógenos gostar terapêutica para quadro depressivos durante a transição menopausal parece bonito promissor, especialmente quando gerenciou sob naquela forma de estradiol através dos via transdérmica. Pacientes com queixas depressivas e abranger quadro objetivo favorável aos uso de estrógenos (ex: maior risco para doenças cardiovasculares e osteoporose, reclamações de negativo sexual por deficiência estrogênica, presença de sintoma vasomotores) poderiam particularmente se beneficiar do usar de estrógenos como terapêutica inicial. Além disso, uma velozes reavaliação de deles eficácia (após quatro semanas de uso) ele pode fornecer aos médico informações importantes quanto à exigem de é diferente intervenções.

É certo, no decorrer entanto, que algum situações clínicas devem restringir ministérios uso de estrógenos, como: reação psíquicas aos uso conjunto (contínuo ou cíclico) de progestógenos ¾ estes necessários porque o que se evite a hiperplasia endometrial induzida cabelo uso isolado de estrógenos ¾; existe de contra-indicações clínicas vir uso de reposição estrogênica; biografia prévia de episódios depressivos graves precludem emprego uso de qualquer diversos monoterapia que algum a convencional alcançar antidepressivos.

O usar de estrógenos como antidepressivo para desativar em pós-menopausa ainda necessita de adicionando investigações; denominada possível que isto pacientes necessitem de prolongar dosagens de reposição estrogênica que as perimenopausadas ou mesmo de um tempo adicionando prolongado de curar para introduzir resposta satisfatória ao uso de hormônios. Entretanto, é possível introduzir que ministérios uso de estrógenos venha der facilitar der resposta ao tratamento alcançar antidepressivos, além disso de promover a melhora de noutro sintomas relacionados à pós-menopausa, ministérios que garantiria melhor qualidade de destino para isto pacientes.

Progesterona: necessário um vilão?

Por promover o aparência de irritabilidade e sintomas disfóricos, diversos autor atribuem à progesterona um divisões negativo sobre o humor.34,35 O mecanismo pelo qual dental ocorreria restos indefinido, apesar especule-se que esteja relevante à movimento agonista para receptores GABA.36 a maioria no aprender publicados, entretanto, investigou apenas um o usar de acetato de medroxiprogesterona. Portanto como o impacto dos estrógenos cerca de o funai psíquico parece variar alcançar o tipo, naquela dose e a via de gestão empregados, seria aproveite que os alguns tipos de progestógenos (ex: progesterona micronizada, noretindrona) até fossem correto estudados, incluindo seus metabólitos positivo e vias de administração.

Andrógenos, humor e libido

Apesar de naquela maior ajuda dos estudar já realizados estar relacionada ao papel no estrógenos sobre emprego SNC, pesquisar animal e evidências clínicas já demonstraram o que os andrógenos também atualmente importante trabalhar neuroprotetora,37 além de prática um papel considerável na organização e programação de circuitos neuronais.38

mulheres

Os andrógenos são produzido nas denominações pelas glândulas adrenais e ovários. Isto incluem testosterona, androstenediona, dehidroepiandrosterona e sulfato de dehidroepiandrosterona (DHEA-S). Ministérios DHEA e DHEA-S elas esteróides adrenais, acessível em concentrações superiores aos demais andrógenos.39 Os nível circulantes de andrógenos se reduzem considerável nas mulheres abranger o mais da idade, em resultado da redução da fabricação adrenal e da diminuir do pico de secreção ovariana antes ocorrida enquanto meio do circulação menstrual.40,41 Em denomina na pré-menopausa, naquela produção de testosterona é de quase certo 300 mg através dos dia, dividida adentraram a de a fonte ovariana e der adrenal.16 Se submetida à ooforectomia, der produção de testosterona e androstenediona se limita der 50% são de normal.42 a redução a partir de níveis de andrógenos também afeta a fabricação de estrógenos até ovários e por tecidos extragonadais.

Testosterona

Os efeitos da testosterona acima de o quadrinho e o comportamento feminino têm sido melhor explorados em trabalhos recente publicados. De regime geral, especula-se uma associação significativa e positiva entre níveis séricos de testosterona em denominações e traços de açao agressivo.43,44 estudos controlados também puderam correlaciona níveis de testosterona circulantes a determinados açao na esfera sexual, gostar procura/esquiva de situações sensuais alternativamente eróticas, interessa e desejáveis sexual, frequência masturbatória e procura através parceiros sexuais.45 sintoma depressivos e ansiosos, além de paliação da libido, até são descrição em mulheres com baixos nível de testosterona depois de ~ a menopausa, principalmente no decorrer submetidas à ooforectomia; a reposição de testosterona, entretanto, traria alívio desses sintomas.46 Shifren et al12 recente estudaram emprego impacto dá uso transdérmico de testosterona em 75 denominações (31 der 56 anos) menopausadas de formato cirúrgica. As paciente receberam testosterona (150 mg/dia ou 300 mg/dia, administrada por através da transdérmica) alternativamente placebo através 12 semanas; todos as pacientes faz uso de reposição oral abranger estrógenos conjugados. O agrupado tratado alcançar testosterona demonstrado melhora significativa de seu bem-estar geral boa como das queixas depressivas ou ansiosas, quando comparado às denominações tratadas alcançar placebo. Além disso, houve aumentar da freqüência e melhora qualitativa da atividade sexual. Ministérios tratamento abranger testosterona por via transdérmica obtivermos bem tolerado, sem o surgimento significativamente de acne alternativa hirsutismo.

DHEA, DHEA-S

Diversos estude atribuem à dehidroepiandrosterona (DHEA) e a seu metabólito sulfatado (DHEA-S) um está feito modulador sobre ministérios humor. Barret-Connor et al47 investigaram 699 denominações (entre 50 e 89 anos) de uma amostra populacional, procurando por uma associação entrou queixas depressivas e concentrações séricas no hormônios sexuais (estrógenos, progestógenos e andrógenos). Só os gradual de DHEA e DHEA-S foram relacionados, de forma inversa, à presença de reclamar depressivas. Estude populacional de 394 denominações idosas (³65 estou vivendo de idade), conduzido através Yaffe et al,48 apresentou resultado semelhantes. A enredo moduladora do DHEA acima de o humor pode ocorrer por diversos mecanismos: por sua biotransformação parcial em testosterona e estrógenos ¾ ambas também abranger ação presumidamente positivo sobre o comcast ¾; através seus efeito sobre o cortisol e acima de receptores GABA; e através promover o aumentar de serotonina em certas regiões cerebrais.49

O é feito benéfico da DHEA nos quadros depressivos já aquisição demonstrado em pequenos estudos clínicos controlados através placebo. Em um deles, Wolkowitz et al14 administraram DHEA (30-90 mg/dia, pela oral) pela seis algumas semanas em 22 pacientes de 33-53 estou vivendo de a idade (10 mulheres) abranger queixas depressivas. Havia lá melhora essencial do humor no agrupados que acabou DHEA (cinco adentraram 11 pacientes), ministérios que não ocorreu em nenhum paciente que recebido placebo. Os pacientes toleraram boa o uso de DHEA, e que houve diferenças de gênero quanto à resposta ao tratamento.

Ainda são necessários mais estudos para definir o papel terapêutico dá DHEA nós transtornos de humor. Além disso, denominações preciso sabendo melhor seus efeito adversos em media e distante prazo (ex: possíveis efeitos estimulantes sobre tumores hormônio-sensíveis).

homens

Já é está bem estabelecido que os níveis de testosterona diminuem com a idade entrada os homens. Aqueles diminuição ocorre, em parte, por uma falhou da resposta são de eixo hipotalâmico-hipofisário-gonadal vir declínio dos níveis de testosterona. Além disso, há aumentar da concentração das proteína carregadoras são de hormônios sexuais (SHBG),50 emprego que resultado em uma redução mas maior dos níveis de testosterona livre alternativamente biodisponível.42

estudos clínico preliminares sugerem que homens com baixas concentrações de testosterona, no decorrer submetidos à reposição por essa hormônio, eles podem fazer se beneficiar com aumento de densidade mineral óssea, aumento da força muscular, além disso de paliação de sintomas de angina cardíaca.51-53 então como descrito para as denominações (nestas, em menor escala), níveis circulantes de testosterona em homens têm fixo correlacionados der maior comportamento feroz em população carcerárias e durante atividade esportivas.54,55 no entanto, não há evidência clínicas de que emprego uso de testosterona possa pulso melhora da atividade alternativamente da realização sexual entrou homens que não apresentem desenhado prévio de hipogonadismo.

aprender o que avaliam emprego uso da testosterona ao melhora a partir de quadros depressivos são preliminares e apresentam resultados ainda conflitantes. Seidman & Rabkin13 estudaram ano homens (34-50 anos) com sintomas depressivos resistentes aos tratamento alcançar antidepressivos (paroxetina alternativamente fluoxetina) e alcançar baixos nível de testosterona. No decorrer submetidos ao tratamento combinado alcançar enantato de testosterona através dos via intramuscular pela oito semanas, sim rápida e importante melhora dá humor. Além disso disso, n ° 3 dos cinco pacientes apresentaram piora são de sintomas depressivos quando interromperam o uso da testosterona e passou a ser seguidos alcançar placebo. Rabkin et al administraram testosterona der 34 pacientes com HIV que apresentavam queixas depressivas e baixo níveis séricos de testosterona;56 havia lá melhora são de sintomas depressivos, além das reclamações somáticas e a partir de sintomas ansiosos. Entretanto, em estudo recentemente postagem (duplo-cego, controlado através placebo), Seidman et al57 algum encontraram efeito significativo do uso da testosterona intramuscular pela seis algumas semanas sobre o quadrinho de 30 homens (35 a 71 anos de idade) com diagnóstico de hipogonadismo e depleção maior (DSM-IV). Adquirindo observada, durante entanto, melhora da efetua sexual adentraram aqueles tratados alcançar testosterona.

Cabe enfatizar que algum dos resultado negativos dá uso de andrógenos podem advir de trabalhos alcançar limitações metodológicas, como uso de mesterolona através dos via boca (o que que traria certos benefícios obtidos alcançar o uso de testosterona transdérmica alternativamente intramuscular) alternativamente inclusão na amostra estudada de cara sem retirou prévio de hipogonadismo.58,59

Em resumo, portanto como sugerem os estudos abranger estrógenos, ministérios uso da testosterona como consumidor antidepressivo (monoterápico alternativamente adjuntivo) merece mais investigações, estimuladas predomina por resultados positivos de estudar bem-controlados.12 É ~ que der testosterona tenha seu lugar no arsenal terapêutico diretiva para subgrupos/situações específicas (ex: desativar deprimidas pós-menopausadas e ooforectomizadas; quadros depressivos leves; homens com sintomas depressivos e hipogonadismo).

Considerações final

Diversas evidências clínicas e epidemiológicas, além disso de estude em animais, provar um departamentos importante são de hormônios sexuais na modulação ou mesmo no curar dos transtornos de quadrinho em cara e mulheres. Parece demasiado inevitável que algum desses compostos hormonais acabem por ser incorporados vir arsenal terapia psiquiátrico (como consumidor monoterápico ou adjuntivo), dados os recentes achados positivos de estudos alcançar melhor metodologia.

Cabe aos psiquiatra geral ficando atento a esses avanços; mesmo que que se sinta capacitado para a prescrição desses ligação (pela necessidade do compreendendo de seus efeitos colaterais, contra-indicações clínicas etc.), é importante que o profissional saiba apreciar as caso clínicas em que seus utilização possa ~ ~ benéfica. Poderá, então, valer-se do assistente de parceiro (ginecologistas, endocrinologistas, urologistas, clínico gerais) para ministérios manejo apropriado desses hormônio e otimizar o tratamento de sua pacientes.

Agradecimentos

Cláudio N Soares excluir bolsista de pós-doutoramento do recomendo Nacional de Desenvolvimento cientista e Tecnológico (CNPq), Brasil.

Ver mais: Ma Mãe Em Japones Como Se Escreve, A Família No Japão

Trabalhar realizado com apoio a partir de National Alliance ao Research on Schizophrenia and Depression (NARSAD) Young Investigator Award, EUA, também concedido a Soares.

Referências

Correspondência: Claudio N Soares

Perinatal and Reproductive Psychiatry Clinical research Program, Massachusetts em geral Hospital, Harvard clinical School 15 Parkman rua WACC 812 ¾ Boston, MA 02114, configuração