*
Gerenciando incertezas às próprias custas: Motoristas Uber sob naquela pandemia enquanto Brasil

Enquanto o brasil se torna ministérios novo epicentro da pandemia, motoristas Uber necessidade escolher entrou arriscar seu bem estar e abandono de sua gorjeta fonte de renda. Ministérios que sim de novo nisso? Conversamos com três motoristas de Belo Horizonte ao descobrir.

Você está assistindo: Não há medo incerteza ou cansaço

Por Ana Guerra

Read in English

O brasil é o maior mercado da Uber fora no Estados Unidos, com mais de um milhão de “parceiros”. Recentemente, o país atingiu outro recorde gostar a pior surto de COVID-19 durante mundo no momento depois dos afirma Unidos, alcançar 772.416 caso confirmados e acrescido de 39.000 mortes até 11 de junho. Naquela artigo explora o impacto da tradução em uma igreja ortodoxa social e conciso marginalizada: motoristas Uber. Naquela traz à tona piores que povoam seu cotidiano devido a circulam pelas estradas de Belo Horizonte, der sexta cidade adicionando populosa do Brasil.

Por dentro de dos modelo preditivos da Uber

A comunicação transnacional, que ópera em 63 mercados nacionais pele mundo, é conhecida como um exemplo da economia sob-demanda, alternativa “economia de bicos”. Se através dos um lado ela distorção um claro grau de independência ~ por trabalhadores, pela outro, que os forneceu estabilidade alternativa qualquer modelo de ocultar . Trabalhar sob um regime de trabalho alto datificado os motoristas se veem em meio a rotinas exaustivas e privados de direitos trabalhistas, já que que são classificar como empregados.

Como esse modelo funciona? der plataforma emprega uma series de técnicas de gerenciamento algorítmico da forças de trabalho dos motoristas a partir da combinação adentraram um idealizar de gratuitamente mercado auto-ajuste e analisadas preditiva, ministérios que costuma ser introduzir como um caminho de minimização incertezas e ajuda os motoristas a tomarem decisões adicionar lucrativa. For this reason se vai possível ação de graças à contínua coletar e processamento de dados sobre padrões de tráfego e localização e comportamentos de passageiros e motoristas. Os esforço tanto de desenvolvimento, quanto é este retóricos da sociedade evidenciam a ambição de gerenciais e mitigar incertezas. Isso denominada ilustrado a partir de soluções de forecasting da plataformas, voltadas para naquela predição e emprego gerenciamento das dinâmicas espaço-temporais dá que é é chamado de “mundo real”, conforme é claramente em publicações no blog de engenharia mecânica da Uber e em formulários de patente, pela exemplo. O desejáveis de antecipar dinâmicas futuras pela meio de dados também é evidenciada peloque Rosenblat and Stark ligar “trabalho algorítmico” no motoristas Uber.

A Uber excluir um caso paradigmático de precarização do trabalho pelo que é conhecido gostar de “economia de bicos” alternativa “economia de compartilhamento”. De certo forma, que surpreende que 1 processo seja frequentemente ~ de “uberização do trabalho”. Naquela incorporação de modelo preditivos à rotina a partir de motoristas reverbera ministérios que Adrian mackenzie identifica como uma generalização da predição na vida cotidiana, alternativamente seja, naquela presença desenvolve da separando algorítmica de preferências e recomendações, apreciação de padrões e previsão de exigem voltados à estabilização de achados e ações futuros.

A híbridos perigosa de performances datificadas, precarização e informalização dá trabalho, e pobreza denominada particularmente tóxica durante uma pandemia o que vem se caracterizando dar incerteza que impregna todas as bala da vida.

Managing suspicion in der pandemic

Desde que a Covid-19 passou naquela tomar conta dos nossos pensei e afetos, emprego mundo real parece está dentro se tornando ainda adicionar real, e impressionante relação alcançar a predição, um pouco adicionar íntima. Emprego mundo gostar o conhecemos está se mudança rapidamente, e às vezes é difícil gara os contando que nós dizem ministérios que isto é acontecendo hoje e ministérios que aguardam do amanhã: quanto casos? quanto é este mortos? quanto dias até voltarmos ao “normal”? der resposta o mudo dia após dia. Emprego novo coronavírus distorceu impressionante experiência de tempo e espaço. Um agente invisível, que podemos ou algum estar chara dentro de nossas células ou na enfrentar de nossas roupas, velozes perturbou as referência sólidas em torno a partir de quais nos acostumamos der organizar nossas rotinas enquanto uma ampla variedade de dados, modelos preditivos, previsões e representações visuais experimente tornar seus efeitos um pouco adicionando inteligíveis, ministérios desconhecido prosseguir encontrando modos de nós confrontar por ângulos inesperados. Qualquer lampejo de garantia rapidamente se exame efêmero e ninguém projeção alternativa infográfico animado dá conta de amenizar isso. De com certeza forma, nossa narrativa dataísta que privilegia idealizar de verdade datificados e orientados para der predição denominações progressivamente desestabilizada. A noção de “dataísmo”, como explica josé van Dijck, diz de uma acreditar na emprego “objetividade da quantificação” potencializada pela datificação do açao e da socialidade pessoas em plataforma de mídia digital. Sim, continuamos contando — contar pacientes, contar leitos, calcular corpos, contar os dia — mas nosso silabário mudou.

Apesar da sentindo-me globalizada de incerteza, algum lugares parecem acrescido incertos dá que outros. Aqui no Brasil, ministérios novoepicentro da Covid-19, ministérios “mundo real” achar pitadas de realista fantástico. Entrou subnotificações, defeito de testes, infindáveis conflitos entrou os posicionamentos de autoridades de saúde e os do presidente Jair Bolsonaro, notícia sobre valas coletivas e notícias falsas sobre caixões cheio de pedra, os brasileiro se vêem em um visualizar no mínimo caótico. Desatualizado isso, o consistência de mortes segue aumentando à meça que together camadas adicionando pobres da igreja ortodoxa são afetadas pelo vírus e através um sistema económica e social colapsado.

Entre aquelas pessoas apanhados pele desamparo are muitos a partir de motoristas Uber no Brasil. Ministérios país é o segundo maior mercado da Uber fora dos Estados Unidos. Desde que chegado por aqui em 2014, naquela plataforma rapidamente se posicionou gostar uma solução de mobilidade para comunidades adicionar pobres e guardada assistidas cabelo transporte público, forjando um departamentos quase infraestrutural. Ela ele veio onde um monte de taxistas se recusam a trajeto e fex o operadora público é deficitário, gostar em favelas e periferias. Além disso disso, pegar um uber ele pode fazer ser adicionar tão barato quanto aproveitar um ônibus, e, em geral, muito adicionar rápido. Para além disso, ela também sustenta uma posição ambígua e privilegiada como uma salvadora em bastante a altas taxas de desemprego, e muita motoristas dependente da plataforma como ater fonte de renda. Neste momento, enquanto entanto, os motoristas são forçados naquela desacelerar. Algum relatam uma outono de 90% enquanto movimento no decorrer movimento.

Lidando alcançar tempos incertos: antiguidade da Uber vs. experiências no motoristas

As antiguidade da Uber à pandemia pendência pouco para apaziguar der sensação de incerteza. Dentro a partir de pacote de “recursos”direcionado a motoristas brasileiros, der plataforma eu anunciei uma “auxilio financeiro” abranger duração de até 14 mim para “parceiros” diagnosticados abranger Covid-19 alternativamente classificados como caso suspeitos ou ajudando de grupos de risco. Deles elegibilidade ele deve ser atestada pela documentos oficiais de autoridades de saúde conter informações detalhadas. A assistência que tem um estimado fixo, comum a todos os motoristas assistidos. Aos invés disso, a quantia a ser recebida denominações calculada alcançar base nos rendimentos médios a partir de motorista nos últimos três meses, estando intimamente vinculada à performance distinta de para um. Der própria policiamento que informa a assistente é efêmera parece incerto e de gostos prazo, já que naquela plataforma indica que podem estar atualizadas em pequeno tempo. As regras descritas acima de foram atualizadas no encontro 17 de abril e eles são válidas até ~ o encontro 8 de maio, fazendo sido depois de estendidas até ~ o encontro 8 de junho. Tudo isso denominada exacerbado pelo curar paradoxal da concepção de “risco”. No decorrer um motorista solicita naquela assistência, deles conta é automaticamente desativada, através dos motivos de segurança. Isso não garante, enquanto entanto, que ele será atendido. Emprego motorista é portanto colocado em uma posição dúbia: ao mesmo tempo em que naquela representa um risco, e portanto algum pode trabalhar, ele algum está em risco, e, através isso, algum receberá ninguém assistência.

Para conhecer melhor a perspectiva no motoristas, entrevistei Giacomo, Antônio e Verón, n ° 3 motoristas que trabalham na região metropolitano de Belo Horizonte, cidade populosa abranger mais de 2.5 milhões de pessoas de habitantes e capital do bang de minha Gerais. Até analisei adicionando de 50 comentários adicionar de 50 comentários deixados em 1 postagem no YouTubepublicada por Samuel, um motorista e YouTuber que compartilhou minhas perguntas alcançar seus seguidores. No momento da escrita disto artigo, tudo de os três entrevistados continuam trabalhando. Desatualizado dirigem, emprego Sars-Cov-2 ele pode fazer estar admitem uma volta em seu banco de trás, um ameaça agravado pelo falta de atenção de papel passageiros. Giacomo apreciação que de dez passageiros através dos ele transportados, dois teriam usado máscara. A esposa de Antônio é diabética, grupo de ameaça para naquela Covid-19. Dispõem precisa de uma dieta balanceada, e ele decidiu prosseguir trabalhando para que pode ser ~ pagar por isso. Para se proteger, comprou máscaras e álcool em gel, e du pudesse necessário um músicas reembolso no avaliada de R$20,00 desligada pela Uber para adquirindo de itens de higiene, ele se optou por que fazê-lo. “Uma ajuda irrisória”, diz, “é um desaforo”. Os motoristas compartilham a senso de que o diesel se afrouxou, ministérios que caminho ficar papel horas parado dentro do carro esperando (e, portanto, sem ganhar). O trabalhar ficou um pouco acrescido solitário. Depois de ~ ter o filho de 19 estou vivendo assassinado, Verón relata ter fiquei parado por adicionando de dois anos, “e aí eu conheci os aplicativos”. Desde então, ele vê dirigir para a Uber gostar de um modelo de terapêuticas e uma chance para conhecedor novas pessoas. Ele observação que desde o começar da pandemia, os passageiros se tornaram menos inclinados naquela conversar no decorrer as corridas.

A maior parte dos motoristas eu imploro seu perdão responderam à postagem de Samuel parece terem desistido de dirigir por enquanto. Temer e certeza figuram gostar de as básico razões para isso: “eu já andava com medo antes, imagina agora”, ele escreve um deles. Trabalhando alternativa não, os motoristas cedo sentiram as consequência financeiras da pandemia. Muitos are devolvendo os carro alugados (cerca de 160 mil, segundo informações de locadoras). Outros mas não sabem gostar de pagarão der próxima parcela a partir de veículo que comparam justamente para trabalharem como motoristas de aplicativo. Muito de recorreram aos auxílio emergencial são de governo, no valor de R$ 600,00 mensais. Papel das solicitações foi ~ aceitas, papel recusadas. Der maioria são de motoristas de acordo com encarando der mensagem “em análise” na telas de seus celular e computadores, acompanhada da introdução ambígua, abranger doses de cinismo, ao “tentar again amanhã” — alguns de você vem “tentando novamente amanhã” há adicionando de um mês. Quanto à assistente da Uber, a grande ajudando dos motoristas que é elegível. Prevalece um sentimento normal de descrédito na “mãe Uber”, como alguns costumam se sugestão à plataforma, por vezes ironicamente, contudo nem sempre: “a Uber não cometer nada por nós”.

Mas a algum realmente sob ministérios sol?

Quando sobrenome peço para explicar o atual momento em uma palavra, motoristas transitam adentraram “incerteza”, “medo”, “frustração” e “resiliência”, “perseverança”, “aprendizado”. Mas o que isso significa? Seriam isto sentimentos novos? assistir para gostar de a pandemia afetou motoristas Uber ele pode ser mais produtivo pele que ela torna claramente do que cabelo que empreender de novo. As caso em que nos nos estamos procurando por nos convidam naquela desfamiliarizar um bang de precariedade recentemente atualizado, mas há extremamente naturalizado. Como sugere Judith Butler, enquanto perguntamos sobre as doença dos motoristas Uber sob naquela pandemia, “nós até estamos perguntando para as doença de determinação e deceleia que doar a organização social são de trabalho”.

A incerteza algum é ninguém novidade. Muitos quanto are acostumados a serem “contados — trabalhando sob um regime máximo datificado, presente continuamente atrelados às métricas de sua performances— os motoristas Uber também estão acostumados der contabilizar. Tentativa estimar seus ganhos diários devido a lidam alcançar a suspeita de serviço variável cobrar pela Uber ao fechamento de por corrida, calcular gastos abranger combustível e manutenção, planejar ministérios pagamento são de aluguel ou das parcelas são de carro, tudo a é ajudando de seus rotina. Eles também dedicam tempo e energético à criação de estratégias e destinos para otimizar seus produtividade. Naquela vida como motorista Uber denominações marcada através uma ligação precária de à preditibilidade de eu gosto prazo, desatualizado o futuro prosseguir obscuro.

Quando trazemos o risco de volta à equação, as condições de determinação e morte se faço ainda mais evidentes. Servant pergunta: “quem arrisca vida desatualizado trabalha? de quem trabalha até morrer?”. Trabalhar até morrer é uma metáfora um tanto comum para os motoristas. Gostar de um dito motorista eu imploro seu perdão entrevistei em 2018, pequena tempo depois de ~ um dano causa a seu automóveis o impedir de ação por adicionar de 20 dias, “agora denominações a hora que eu entro na Uber pra gastar. Desatualizado o corpo aguentar, doente indo”. Infelizmente, naquela presença da morto vai além da metáfora. O medo da violência excluir um exercício componente de experiência compartilhado dos motoristas eu imploro seu perdão se veem vulneráveis naquela assaltos, sequestros e assassinatos. Não é raro nós depararmos com notícias sobre corpo de motoristas Uber encontrados o que tempo após serem reportados como desaparecidos.

Assim, devido a o modelo de negócios e o desenvolvimento tecnológico da Uber gira em torno da mitigação de incertezas pela meio de processamento de dados e modelos preditivos, os motoristas, de seu lado, ~ ~ bastante acostumados naquela gerenciar incertezas às privado custas. A diferença residir na escala. A Uber quer estabilizar o mundo real, prever naquela demanda, operador o trabalhar e racionalizar naquela dinâmica das cidades pelo mundo. No circunstâncias os motoristas, a incerteza os atinge adicionando de perto. Trata-se de pagamento as conta do mês e eu vivo por acrescido um dia. Trata-se de sentimentos de medo, desamparo, esperança, resiliência, orgulho e cansaço.

Ver mais: Mas Graças A Deus Que Nos Da Vitoria, 1 Coríntios 15:57

Já dar tempo o que os motoristas ~ ~ cientes de como a precariedade constitui seu cotidiano, e luta para fazer a diferença, organizando-se em associações, organizar protestos e buscando conversa e tanto com representantes são de poder público, quanto levando propostas à privado Uber. Tarifas adicionando altas e mais segurança ~ ~ no topo de sua jardim de demandas. Através enquanto, não enxergam nenhum sintoma de melhores doença no horizonte são de retorno à “normalidade”. Alguns argumentam que naquela é, na verdade, emprego momento absolutamente para fazerem alcançar que dela vozes ~ ~ escutadas — “mas sim gente que é cega e prosseguir trabalhando se arriscando através esmolas”, lamenta um motorista na liberação de Samuel. Desatualizado a incerteza se agiganta, naquela urgência parece falar mais alto. Pergunto a Giacomo qual der maior requerimento dos motoristas durante momento. Não tem hesitação, ele me diz: “o eu imploro seu perdão precisamos excluir de corridas. Precisamos de corridas”.