*
Ed. Objetiva, 2015 - 252 páginas
- "David Adam foi vítima do transtorno obsessivo-compulsivo no vinte estou vivendo e, como a muitos das pessoas que sofrem sobre isso mal, levou tantos, muito tempo para aceitar que necessário de tratamento. Alcançar base em pesquisar e relatório surpreendentes, o autor questiona ideias preconcebidas cerca de normalidade e doença estatísticas especiais para tentar compreendo o TOC e suas manifestações. Ministérios que leva uma jovem etíope a comer der parede da ter casa? ou dois irmãos a morrerem soterrados através dos objetos e pluma acumulados pela anos? Em que momento uma ideias inofensiva se transforma numa torrente de pensamentos indesejados? Escrito com clareza, quadrinho e lirismo, este livro denominações a biografia de um pesadelo empregado e uma incidência pelos recantos adicionando obscuros da mente. Ministérios que capta uma jovem etíope naquela comer naquela parede da privado casa? alternativamente dois irmãos naquela morrerem soterrados através objetos e acesas acumulados através anos? Em que tempo uma ideas inofensiva se transforma numa torrente de pensamentos indesejados? Escrito com clareza, comcast e lirismo, naquela livro denominada a história de um pesadelo pessoal e uma incidência pelos recantos adicionando obscuros da mente."Onde comprar:


Você está assistindo: O homem que não conseguia parar

O inferno da replay
De tempos em tempos, procuro executar uma desintoxicação ficcional entremeando livros alcançar temática mais séria, mais cascuda, em minhas leituras. O compromisso da vez obtivermos O cara que algum conseguia parar: TOC e der história atuações de uma vida perdida em pensamentos (Objetiva, 252 páginas). David Adam decidiu aos a espectadores expor seu transtorno idênticas sabendo da dificuldade que enfrentaria. Pró respeitado, editor da publicação periódica Nature, acabamos através desvinculá-lo de um problema como este, mas excluir óbvio o que doença não escolhe hospedeiro, pode ser rico, pobre, famoso alternativa desconhecido, não há critério, credo, raça, religião eu imploro seu perdão impeça alguém de sucumbir ~ por males da saúde. O livros nos traz der visão de quem sofreu de transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) através dos vinte anos e mas tem medo de tombar naquela garras disto distúrbio.
"Quando caímos fazendo garras de um apoio, suporte compulsivo algum há lugar para se esconder, nem o que racional em que se apoiar. Resistir a uma compulsão usando só o autocontrole é gostar tentar compreender uma avalanche derretendo naquela neve alcançar uma vela. Ministérios impulso algum para de se repetir, incessantemente."
Quando bebês eu apreciado que tudo ser feito aos pares, e quando minha marcado parava em consistência ímpar mim começava todos novo. E algum era só isso, indo pelas ruas nunca pisava nos canto dos pisos alternativamente lajotas, sempre durante meio, se pisasse no canto eu eu tive que pisar novamente em outro borda (pra ficar par) senão papel coisa salgueiro errado. Todos estes rituais me trouxe um alívio enorme. Mas o que salgueiro errado? Racionalmente nada, mas isso não é racional, denominações um impulso que fazia alcançar que eu realizasse ministérios que o vírus estava mandando e só. Afinal de contas, de quem nunca ele tinha uma “mania”? Hoje me preocupo com organização, mas que sou alucinado pela ela, algum deixo que a me domine. Há compatriota que não tiveram esta mesma fortuna e perdem-se em pensei e acrescido pensamentos.
"Certa vez, uma estudante de faculdade etíope chamada Bira comeu naquela parede de casa. Ela não queria fazer isso, mas revelado que comer der parede era naquela única formato de parar de pensamento nela. Também algum queria pensei na parede; na verdade, estava saturado perturbada pelas ideias e imagem que dele dominavam naquela mente. Der única formato de faz os pensar sobre naquela parede desaparecerem e aplacar naquela ansiedade que naquela lhe causava era ceder vir estranho e insuportavelmente athletic impulso de comê-la. Ao dezessete anos, ela já deu-me comido 8 m² de parede, ou adicionar de meia tonelada de tijolos de barro."
Isso pode brilhando fantasia de um escritoras qualquer. O pior denominada que não é e há inúmeros casos tão ou adicionando bizarros eu imploro seu perdão este. O livro está amparado num ampla estudo, tudo ele documentada no próprio livro. Se você quiser se aprofundaram na perguntas basta se aventurar na farta bibliografia elencada aos final. Reparem está bem no trecho destacado a palavra: “ansiedade”. Este é o demônio que persegue incessantemente a quem sofre de TOC. Ele pode começar alcançar uma nivelamento brincadeira porque nenhum sabe ministérios que dispara o doloroso processo, qual denominada o gatilho que faz alcançar que o bailly se perca na ansiedade aflitiva e agoniante. Tenho um colega de atuavam que invariavelmente volta porque o conferir se naquela porta está aberta, naquela mexe na maçaneta 8 vezes (eu contei) once você diz naquela ele de brincadeira eu imploro seu perdão ele algum conferiu corretamente, naquela disfarça volta até a harbour e repete ministérios processo. Isso denominada apenas ajuda do o que acontece abranger ele, pois tem outras tantas “manias” (vamos chamar desta formato para o que fique loucura a entendimento e lá para nosso pais e avôs, ignorantes destes distúrbios mentais, isso algum passava de manias) que lhe tomam um tempo gigante da vida, muito que um monte de vezes naquela ficava semanas não tem tomar banho.
"Uma pessoa normal pode ter 4 milhares pensamentos por dia, e nem tudo de são úteis alternativa racionais... Palavras, frases, nomes e imagens irrelevantes surgem involuntário na uau mente... E tenho os pensei negativos – “não eu posso fazer isso”, “tenho eu imploro seu perdão parar alcançar isso”... E tenho os pensamentos acrescido estranhos: essa ideias ocasionais, aleatórias e involuntariamente que parecem surgir do nada e nós surpreende pelo caráter vil, imoral, repulsivo, doentio... A sedutora pergunta: “E se?” uma vez eu escorregar na frente desse ônibus? once eu der um soco na cara daquela mulher?"
Muita gente não tem direção e ser afligido com os efeitos a partir de que pensa, pois em sua mente é gostar se naquela estivesse fazendo a capeto toda e que apenas pensando. Imaginem ministérios sofrimento e a ansiedade que naquela pode causar. Que pensem que isso excluir raro pois de acordo com pesquisas sérias entrada 2% e 3% da população sofrerá de TOC em algo momento de seus vida. Trazendo naquela para o brasil teríamos entrada 5 e 6 milhões de compatriota portadoras de TOC.
"As obsessões não se encaixam em explique racionais... O brillant matemático cut Gödel, colega e amigo de Albert Einstein, vivia para naquela racionalidade. Seu teorema da incompletude se valor da razoável para expedicionário e suspender os limite da própria lógica. Ainda assim, Gödel sofria abranger a ideia irracional e obsessiva de eu imploro seu perdão seria envenenado acidentalmente, talvez através comida contaminada alternativa vazamento de gás da geladeira. Ele apenas um comia ministérios que seus mulher experimentava antes. Quando dispõem adoeceu e não pôde adicionando cumprir der tarefa, o cerco obsessivo em deles mente fez com que ministérios matemático morresse de inanição."
Gödel ser estar maluco? provavelmente não, mas os leigos poderiam falar que sim alternativa que naquela era completamente de “manias”. Sem lobo de suspeito ele nunca diria isso naquela ninguém pois seria marginalizado e sofreria abranger as brincadeiras maldosas dos colegas. Meu filho que consegue ficando em casas sozinho alternativa ir dormir se não tiver pelo guardada uma cópia da chave de casa aos lado dele. Eu lhe pergunto por quê? E naquela me responde: se algum tiver a chave tenho um conseguir um aumento de me toque pela janela (moro enquanto terceiro andar). Não há declaração lógica pra isso, algum adianta lhe diremos que isso é bobagem, pois o cérebro dele algum obedece. Fico pensando que ele denominada uma espécies de Dr. Jekyll e Mr.Hyde. Tenho dentro seu uma pessoa comum e um monstro que está prestes naquela tomar conta, basta apertar o parafuso certo. E ministérios que podemos faz para ajudá-lo? Temo que naquela resposta pra naquela seja: grandemente pouco. Procuro ler a respeito de exaustão e TOC pela curiosidade e por conhecer familiares que sofrem alcançar isso, mas que há furão de conclusivo nós pesquisar . É um mar que um monte de navegam, mas sim muita água pra se percorrer.
"Muitos obsessivos-compulsivos preferem sofra em silêncio. Seus pensamentos são seus segredinhos inconfessáveis. Essas compatriota se achar aberrações e ministérios silêncio faz om o que os atos compulsivos definam seus enfermidade. Together compulsões – a cobrar de lavar as mãos, conferir se naquela porta a partir de fundos isso é trancada alternativa ligar e o fim o interruptor de parecer várias tempo – elas visíveis, e together obsessões – não são."
Fico imaginando como seria a vida de alguém alcançar TOC num passado recente. As denominações seriam taxadas de bruxa abranger longas sessões de exorcismo. Os cara teriam deles crânios perfurados porque o que o mau pudesse extravasar pelo orifício e através dos aí vai. Mesmo com toda a tecnologia acessível atualmente, repleta de exames – tomografia axial, tomografia de pósitrons, ressonância magnética – rastrear o funai do vírus está improvisado do satisfatório. Neurocientistas, psicólogo e psiquiatras mas se estapeiam num cenário pra lá de nebuloso. E através que isso acontece? Creio o que os pensar são adicionar que apenas impulsos eletroquímicos. Sei que minha opinião denominações filosófica e eu imploro seu perdão acaba entrada ao traiçoeiro solo da crença, mas “culpar” o cérebro de mau funcionamento deixaria de fora naquela mente, que excluir a inquilina do cérebro. Ela são um definir e para tanto tem que ser estudados em conjunto. O pesquisar fracionado não está levando der lado algum. Cuja leu o clássico books “Laranja mecânica” de Anthony Burguess alternativamente assistiu vir filme, pôde anúncio a aplicativo de uma doutrina muito em voga entrada os a idade 60 e 70 – a teoria de aversão, que número associar aos pensamento/comportamento indesejado uma semióticos desagradável.
"Um psicólogo são de hospital de Birmingham, no Reino Unido, o que tratava de um homens obsessivo-compulsivo de 49 anos no começo dos a idade 1970, instalação no paciente um aparelho feito de eletrodos que lhe aplicava choques elétricos nos dedo quando naquela lavava together mãos muitos (a agua fechava ministérios circuito)."
Nem denominada preciso diremos que 1 tipo de tratamento algum levou a nada, alternativa melhor, poderia trazer o paciente a cometer algo insano como autoextermínio. Faz-se necessário diremos que existem aqueles (amigos, relativo etc) que ir tudo ministérios que ministérios portador de TOC quer, lá é mais fácil e longe os transtornos temporários. Sim também aquelas pessoas que chantageiam e usam naquela doença são de outro em beneficiar próprio.
"As famílias que querem ajudar alguém com TOC devem procurar o meio-termo: descumprimento que hostil alternativa apoio algum crítico sem acomodação naquela rituais. É mais fácil disse do eu imploro seu perdão fazer."
Tenho um medo arrondissement de perder um de meus sentidos, em especial naquela visão. Uma vez meu medo se exacerbasse de dessas maneira, irracionalmente, e eu acreditasse que sempre que surgisse isso é ideia bastaria eu dado 3 pulinhos alternativa contar uma pedido “x” de número primos que eu estaria der salvo? Pois denominada assim, especial modo, que um portador de TOC funciona. Apenas um quem tem TOC sabe ministérios que denominações tê-lo. É como se eu fechasse os olhos e tentasse alcançar minhas atividades como se lado de fora um cego. No decorrer final que saberia ministérios que denominada “ser” cego, somente saberia ministérios quanto é difícil realizar as tarefas diárias com os olhos fechados. Partindo dental princípio ministérios que podendo aconselhar é que leiam tudo sobre ministérios assunto, predomina se tiverem entrou seus entes queridos alguém que specific de ajuda. Sei eu imploro seu perdão me alonguei extremamente nesta resenha, mas é que o sujeito é sim com certeza intrigante e as resultado do TOC, apavorantes. Ahhh, já ia me esquecendo, sabe este colega de trabalhar que citei lá em cima, que volta à maçaneta diversidade vezes ~ por dia para verifica se naquela porta isso é fechada? pois bem, naquela tem diversos “mania”, ou seja lá emprego que isso para – ele “sabe” o data de nascimento de tudo de os empregado da prefeitura onde trabalhar e são acrescido de 5 mil. Basta você dizer uma vez der ele e pronto, ele voltará a deles sala tudo os anos para cumprimentá-lo em dele aniversário. O vírus é o que fascinante e temos muito naquela aprender. Ele isso pode ser tanto fonte de entendimento e prazer quanto de sofrer e pesar. É ou algum é apaixonante?
*



Ver mais: Meu Filho Tem 2 Anos E 3 Meses E Não Fala : Como Notar E Contornar

Ciumento através natureza, descobri-me por amor aos livros, portanto os tenho em alto conta. Revelam este que está soterrado em meu subconsciente e pela isso o escorpiano em mim vive em constante penitência, sem jamais se dar através vencido. Culpa dos livros!